Projetos fáceis e legais de física para feira de ciências

iw_inundaweb
por iw_inundaweb 08 fev

Independentemente da série, a feira de ciências representa um verdadeiro desafio. Afinal, durante o evento meninos e meninas de todas as idades competem para encontrar o melhor projeto relacionado à área de exatas, biológicas ou humanas.

Sem deixar o lado teórico e prático da feira de ciências, desenvolver um projeto de ciências é diversão garantida entre os amigos. Pensando nisso, listamos aqui 5 projetos fáceis e legais para a feira de ciências. Confira.

Experiência do jardim químico

Esse é um experimento que mistura tanto áreas como química, física e biologia para criar um cenário repleto de plantas exóticas.

Você vai precisar de:

* Silicato de sódio;

* Sulfato de cobre;

* Cloreto de níquel;

* Cloreto de sódio;

* Cloreto de cobalto;

* Sulfato ferroso;

* Sulfato férrico;

* Recipiente cilíndrico (pote de vidro).

Como fazer:

Em um recipiente cilíndrico adicione o liquido do silicato de sódio na altura que você deseja que o jardim apareça. Na sequência, adicione os demais sais coloridos que darão as cores ao jardim, são eles: Sulfato de sódio, sulfato de cobre, cloreto de níquel, cloreto de sódio, cloreto de cobalto sulfato ferroso e sulfato férrico. Pronto, em algumas horas os sais irão dar lugar às plantas no jardim químico.

Explicação para a feira de ciências:

Quando os sais entram em contato com o Silicato de Sódio, também conhecido como vidro líquido, acontece uma reação química. Essa reação gera uma camada gelatinosa semipermeável em volta dos sais. Ela é considerada semipermeável pois permite a passagem de água, porém o sal fica retido, dando início ao processo de osmose.

O crescimento das plantas no jardim acontece através de um ciclo: A água passa pela membrana e vai para área onde existe mais sal. A região com sal cresce e a membrana se expande até arrebentar. Dessa forma, o sal entra em contato com o Silicato gerando nova camada. E assim sucessivamente.

-Leia também: aprenda a fazer líquidos fluorescentes!

Espeto no balão

Para a feira de ciências essa é uma experiência que mistura ciência com truque de mágica. Ideal para quem deseja investir na performance da apresentação.

Você vai precisar de:

* Uma bexiga de festa;

* Óleo de cozinha;

* Espeto de churrasco.

Como fazer:

Encha a bexiga de ar até formar um balão e dê um nó. Depois, pegue o espeto de churrasco e mergulhe-o no óleo de cozinha. Agora, comece colocar o espeto bem próximo ao nó. Introduza até que o espeto saia do outro lado do balão.

Explicação para a feira de ciências:

Quando a bexiga se enche de ar ele fica comprimida formando o balão. No entanto, algumas áreas da bexiga ficam mais esticadas do que outras. Dessa forma, quando o espeto banhado é colocado na base do balão (área onde o ar está menos comprimido), o óleo impede a saída do ar e facilita que o palito saia do outro lado.

3- Pilha de limões

Na feira de ciências, as pilhas feitas de batatas são constantes. Mas você sabia que também é possível criar pilhas com limões?

Você vai precisar de:

* Fio de cobre;

* 5 Limões;

* Moeda de 5 centavos;

* Clipes de papel ou prego.

Como fazer:

Comece furando o limão com uma faca. Após isso insira os clipes de papel dentro do buraco. Deixando o lado quadrado para fora. Ao lado dos clipes, faça um buraco para inserir a moeda de 5 centavos. Repita o mesmo procedimento em todos os limões. Tudo pronto, conecte o fio de cobre, sendo uma ponta colocada nos clipes e outra na moeda. Dessa forma, os limões ficarão conectados pelo fio de cobre. Agora é só testar as pilhas-limão nos eletrônicos. Você também pode se interessar por: tudo o que você precisa saber sobre a eletricidade estática

Explicação para a feira de ciências:

O limão é ácido, dessa forma, o suco do limão possui substâncias químicas com cargas positivas e negativas. Ou seja, na experiência para a feira de ciências, o limão torna-se um eletrólito. Os demais materiais funcionam como eletrodos dessa pilha, transmitindo energia suficiente para manter um relógio.

Gostou das experiências? Conte pra gente qual você vai usar na sua feira de ciências!

Deixe seu comentário :

Comentários

Deixe uma resposta