Ioiô: como funciona?

por iw_azeheb 04 ago

Em algum momento da sua vida você certamente já brincou com um ioiô, certo? Ele é um dos brinquedos mais antigos da humanidade, o Ioiô pode ter surgido na China ou outras regiões do Oriente, mas seus primeiros registros são de 500 a.C. na Grécia.

Mas quando criança, você provavelmente não parou pra pensar nas leis físicas que agem sobre esse brinquedo, que inclusive são várias, olha só:

 

As leis físicas e o Ioiô

Basicamente, pode-se explicar o funcionamento do ioiô pelo princípio de conservação de energia. No entanto, pra ficar mais claro, é melhor explicar o que acontece em cada etapa desta brincadeira.

Física ioiôAinda na mão: enquanto você segura o ioiô ele possui certa quantidade de energia potencial.

Na descida: na hora em que o brinquedo é solto, a força da gravidade puxa ele para baixo, realizando os movimentos de rotação e transação. Conforme ele desce, a energia potencial é convertida em energia cinética.

No ponto final: quando o ioiô chega ao ponto extremo do cordão, ele sofre uma força para cima devido ao fio ter acabado e então fica girando no mesmo ponto por alguns segundos. Neste momento, ele possui apenas energia cinética rotacional. Por causa da inércia, ele tende a ficar girando neste ponto até que alguma força externa atue sobre ele.

Na subida: é então que ele sofre um puxão, fazendo com que o eixo do ioiô volte a subir pelo cordão. Conforme ele sobe, passa a ter novamente energia cinética de translação, que vai diminuindo até que volte a ter energia potencial e chegue à sua mão.

 

Gostou de entender melhor sobre as leis físicas que agem sobre o ioiô? Descubra outras curiosidades de física no nosso blog.

Deixe seu comentário :

Deixe uma resposta