Ilusão de ótica: enganando o cérebro com imagens

por iw_azeheb 28 fev

Ilusão de ótica – enganando o cérebro com imagens

A ilusão de ótica engana o nosso sistema visual, gerando imagens que não correspondem à realidade. É possível ver coisas que não estão presentes ou ver de modo diferente do real.

A ilusão pode ter interpretações diferentes, pode surgir naturalmente ou pode ser criada.  As ilusões podem ser de dois tipos: Cognitivas ou Fisiológicas.

Tipos de ilusão de ótica

Ilusões Cognitivas

São as ilusões mais comuns de serem vistas. Elas utilizam nosso conhecimento de mundo para confundir. Ao interpretar a imagem, nossos olhos cometem falhas de dimensão e perspectiva. É possível ver isso nas obras de Escher, elas brincam com nossa percepção de diversas formas.

Ilusão de ótica – enganando o cérebro com imagens

Ilusões Fisiológicas

As ilusões fisiológicas atuam diretamente os nervos ópticos. Ao olhar a ilusão de ótica temos uma percepção diferente.  Como o exemplo abaixo:

Ilusão de ótica – enganando o cérebro com imagens

Passamos os olhos pelas linhas e vemos pontos pretos nas interseções das linhas. As ilusões óticas fisiológicas podem mostrar outras imagens devido a cor, a luminosidade ou quando piscamos os olhos. Lembra do vestido azul e preto ou branco e dourado? Aquela ilusão aconteceu por causa da luminosidade da imagem. Era isso que fazia cada pessoa ver diferente da outra.

Ilusão de ótica – enganando o cérebro com imagens

Gostou do post? Conte para gente! Venha ler mais sobre ótica no nosso blog!

 

Deixe seu comentário :

Deixe uma resposta