Física nos esportes: natação

por iw_azeheb 15 dez

2016 está quase chegando e, com ele, as Olimpíadas. Já trouxemos algumas explicações físicas sobre os esportes de corrida e de atletismo, hoje chegou o dia de entender um pouco mais sobre a natação.

Basicamente, a natação pode ser definida como um esporte que requer o ser humano a capacidade de se deslocar no meio líquido sem ajudas artificiais. Mas, na verdade, ela vai muito além disso, especialmente no que diz respeito à física!

 

A física na natação

A cinemática, a estática da flutuação e diversos tipos de resistência podem ser observados na natação. Por isso, os atletas precisam aprender algumas técnicas para diminuir essas resistências e ter um melhor desempenho:

  • Resistência de Forma: posições corporais mais hidrodinâmicas podem ajudar a reduzir essa resistência;
  • Resistência de Ondas: causada pela turbulência da superfície na água. A inclinação de mãos e punhos adequada diminuem a resistência.
  • Resistência de Atritos: causada pela superfície da pele. Raspar os pelos, usar toucas de borracha e roupas adequadas reduzem o atrito.

Para reduzir a Resistência de Atritos, até mesmo a Nasa desenvolveu uma roupa de nado que se assemelha bastante à uma pele de tubarão, fazendo com que a água deslize mais facilmente pelo corpo.

 

NataçãoNado Crawl e o melhor desempenho na natação

Para que o atleta atinja a maior velocidade possível, o principal objetivo do Nado Crawl é eliminar ao máximo as forças de resistência, como por exemplo, diminuir a resistência da água com o corpo. Com a redução da resistência da água, aumenta-se a força propulsiva (força de impulso), resultando no aumento da velocidade de nado.

 

Gostou de entender melhor como a física pode ser aplicada na natação? Acompanhe nosso blog e descubra muito mais.

Deixe seu comentário :

Comentários

Deixe um comentário