Física no Cinema: análise do filme “O Núcleo”

por iw_azeheb 20 jan

Dando continuidade a nossa série de análises de filmes que abordam temas relacionados com a física, vamos entender um pouco melhor os fenômenos físicos do filme “O Núcleo”.

 

O filme

Lançado em 2003, o filme cujo nome original é “The Core” é uma ficção científica onde repentinamente o núcleo da Terra parou de realizar seu movimento de rotação, por causa de uma força desconhecida que está agindo sobre o planeta. Isso acaba causando diversas consequências desastrosas para o planeta. Então uma equipe de cientistas são enviados em uma missão para chegar ao centro da Terra e reativar a rotação do planeta.

 

Fenômenos físicos

A paralisação do núcleo da Terra é tão desastrosa porque ela proporciona a deteriorização do magnetismo da Terra e, consequentemente, da atmosfera. Devido a essa parada de movimentação dos materiais presentes no interior do núcleo da Terra, houve um enfraquecimento do campo magnético terrestre, visto que ele depende da movimentação de cargas para existir. Com isso, começam a acontecer fenômenos como tempestades magnéticas e auroras. Além disso, os equipamentos eletrônicos param de funcionar, algumas pessoas suscetíveis a eles (como marca-passos) morrem e até mesmo as aves começam a caírem.

No entanto, em outro momento algumas ideias menos científicas são apresentadas no filme. Por exemplo, uma tripulação dentro de uma nave capaz de perfurar a crosta terrestre e dirige-se ao centro da Terra para reativá-lo. No filme é passada uma ideia de um “Laser Sônico” que a nave usa para escavar, além do uso de ogivas nucleares para impulsionarem o movimento do núcleo. Na trama também é apresentado um material fictício para a construção da nave, nomeado como “unobitainium”, derivada da palavra inglesa “unobtainable”, ou seja, que não é possível obter. Pensando nas teorias, nos materiais e nas possibilidades essa nave não teria como aguentar o calor e a pressão do centro da Terra, além, é claro, da não existência do material para a construção da nave.

 

Gostou da análise do filme? Aproveite para conferir a análise de “Gravidade” que também fizemos aqui no blog.

Deixe seu comentário :

Comentários

  1. Luana Pereira disse:

    Qual a relação entre a temperatura e penetração da nave no interior da Terra?

  2. inteligente disse:

    bom para a resposta de sua pergunta so vendo mas para ter uma esplicacao logica seria um forte abalo exolodindo a nave e tendo risco de a terra tanbem esplodir na minha opiniao

  3. Thayane2326 disse:

    Quais são os pontos positivos do filme

  4. FAITH disse:

    Estava procurando exatamente a explicação do que ocorreria caso o núcleo da Terra deixasse de girar.
    Gostei muito do comentário.

  5. CSC disse:

    No filme, o que fez a camada que parou, voltar a girar, foram bombas nucleares com?

Deixe um comentário