Como ensinar física experimental com um laboratório básico?

iw_inundaweb
por iw_inundaweb 17 maio

Muitos professores têm buscado formas de otimizar o ensino e as práticas em laboratórios ajudam bastante nesse aspecto, principalmente em disciplinas específicas como química e física. No entanto, os docentes sem grandes recursos precisam ensinar física experimental com um laboratório básico.

Boa parte das escolas não possuem toda a infraestrutura necessária para viabilizar a realização de aulas experimentais. Por conta disso, muitos docentes sentem dificuldades de promover esse tipo de aprendizado entre os alunos.

Apesar dessa dificuldade, optar por experimentos práticos faz toda a diferença. Dessa forma, além de intensificar o processo de aprendizagem, eles também promovem uma educação mais dinâmica e interativa.

Tudo isso pode ser obtido em um laboratório básico, seja no uso de materiais alternativos, seja na aquisição de equipamentos e acessórios multifuncionais.

Dicas de como ensinar física experimental com um laboratório básico

Equipamentos sofisticados e aparelhos específicos são perfeitos para as aulas de física experimental. Contudo, é possível ensinar física experimental com um laboratório básico, através da utilização de materiais alternativos ou de baixo custo.

Utilização de materiais recicláveis

Materiais recicláveis são muito usados para uma gama enorme de finalidades, como decoração, organização, brinquedos, acessórios e até construção civil. Na física experimental não seria diferente.

Garrafas pet, sucata, papelão, latas de alumínio, retalhos de fios elétricos que a princípio seriam jogados no lixo, podem fazer parte dos mais variados experimentos.

Com a popularização do conhecimento na internet, o professor encontra uma fonte inesgotável de experimentos e até construção de equipamentos com sucata, tudo passo a passo.

Construção de equipamentos em conjunto com os estudantes

O professor mais habilidoso pode construir equipamentos e montar experimentos com materiais alternativos. Porém ele pode envolver os alunos na tarefa, seja em sala aula ou como atividades complementares fora da escola.

Dessa forma, a finalidade de envolvê-los vai além do ensino da física. Alunos envolvidos nesse tipo de projeto acabam por despertar e desenvolver outras habilidades, como:

  • Trabalho em colaboração;
  • Liderança;
  • Resolução de conflitos;
  • Resolução de problemas;
  • Pensamento crítico;
  • Criatividade;
  • Visão espacial;
  • Habilidade manual.

Equipamentos e acessórios de baixo custo

A execução de experimentos com materiais recicláveis é bastante ampla, porém encontra algumas barreiras. Caso o professor não tenha as habilidades manuais e ferramentas o material reciclável não será uma solução.

A alternativa é investir em equipamentos ou acessórios multifuncionais. A vantagem é que costumam ser de baixo custo de aquisição.

Por exemplo, hastes, tripés e fixadores metálicos, recipientes graduados, massas aferidas ou então uma balança digital (a de cozinha é suficiente) são acessórios importantes para realizar montagens diversas.

Mecânica

Para experimentos básicos de mecânica pode-se adquirir dinamômetros, massas aferidas, roldanas móveis, esferas e um cronômetro de mão. Além de pequenos equipamentos como o Pêndulo de Newton e um giroscópio.

Para estudos de hidrostática sugerimos seringas, tubos de silicone e alguns tubos ou recipientes de acrílico ou vidro.

Eletricidade e Magnetismo

Para estudos de eletricidade sugerimos fontes de alimentação a pilhas, fonte de alimentação de baixa amperagem, cabos de ligação, multímetro simples, protoboard pequeno, componentes eletrônicos avulsos (resistores, lâmpadas).

Em magnetismo e eletromagnetismo são necessários imãs, pó de ferro, bússola e pedaços de arame moldáveis (para experimentos de balanço magnético).

Para a eletrostática alguns canudos, bastões de materiais diferentes, flanela e um eletroscópio simples,

Ondulatória e acústica

Para os experimentos de ondulatória e a acústica sugerimos um conjunto de molas, cordas (para onda estacionária) e pequenos diapasões.

Termodinâmica

Para os experimentos de termodinâmica sugerimos fontes de calor (fogareiros elétricos e lamparinas), copos de isopor com tampa (para estudos de calor específico), termômetro e corpos de prova metálicos de diferentes materiais e formas (esferas e bastões).

Ótica

Para os estudos de ótica, principalmente a ótica geométrica (a mais estudada) sugerimos conjuntos de lentes de acrílico, espelhos pequenos (planos, côncavos e convexos) prima, lasers pequenos ou uma fonte de luz direcionada com feixe único e múltiplo.

Conclusão

A infraestrutura nunca deve ser um fator limitador para o ensino de física. Claro que os professores derem lutar para terem espaços mais adequados em seus locais de ensino, contudo é necessário buscar formas alternativas que permitam o ensino de física experimental aos alunos.

Viu como é possível ensinar física experimental com laboratório básico? Tudo é uma questão de investir nos equipamentos certos, mas também, na utilização de materiais de baixo custo que possam auxiliar os alunos nesse processo de aprendizagem.

Conheça nossa LINHA BASIC, apenas o essencial pro seu laboratório!

Deixe seu comentário :

Deixe uma resposta